11 de abril de 2012

O jeito nada fino de se debulhar em lágrimas ouvindo uma música

Hoje temos convidada especial (super inspirada e cantarolante) para nossa alegria. Quer dizer... quase isso. Ela vem para nos ensinar direitinho como por toda a tristeza pra fora sem medo de ser feliz. Quer dizer... Ah, leiam ae. Com vocêeeees, Sachita.

(clap, clap, clap, clap, clap)



"Tristeza não tem fim
Felicidade sim"
Vinícius de Moraes











Por SACHA BRASIL

Depois das músicas super especiais da Livinha para mandar as pessoas para aquele lugar sem perder a classe, venho aqui dar dicas de como perder a compostura e desidratar de tanto chorar, sem vergonha, apenas ouvindo músicas. Para mim, as canções abaixo passam um recado de momentos da nossa vida que nos fazem ficar muito tristes. Mas depois que acabar, é levantar a cabeça e seguir em frente, galera. Larga esse estilete!


1.Snow Patrol – Run


Entre outros versos, esse é um dos mais tristes. É aquele de uma separação física dolorosa. Oficialmente minha música da depressão.

To think I might not see those eyes
Makes it so hard not to cry
And as we say our long goodbye
I nearly do”

2. Adele – Chasing Pavements


Eu sei que Adele é o clichê da depressão nos tempos atuais, mas essa, apesar de não ter o ritmo triste, tem uma letra muito sugestiva. Sobre sonhos impossíveis, sobre desistir ou se jogar.

Should i give up,
Or should i just keep chasing pavements?
Even if it leads nowhere,
Or would it be a waste?
Even if i knew my place should i leave it there?

 
3. Radiohead -  Exit Music (For A Film)




 

Esse é o clichê-mor da depressão de todos os tempos do mundo. Mas essa música, em especial, me faz ter MUITA vontade de chorar. Parece que o cara tá morrendo, só falta fechar os olhos.

 

we hope your rules and wisdom choke you
now we are one
in everlasting peace
we hope that you choke, that you choke


4. Sara Bareilles – Between the lines


Estou num vício indescritível com Sara Bareilles e essa música é de cortar os pulsos com um palito de dente, tipo morte lenta. A pessoa foi embora com outra. Apenas isso.

He told me her name
It sounded familiar in a way
I could have sworn i'd heard him say in ten thousand times
Ohh if only i had been listening


5. Lauryn Hill – When It Hurts So Bad


Sobre amar e não ser amado… A música toda é um sofrimento.

“When it hurts so bad, when it hurts so bad
Why's it feel so good?
But the love wasn't returned
Found out the man I'd die for
He wasn't even concerned
I tried, and I tried, and I tried
To keep him in my life
I cried and I cried, and I cried
But I couldn't make it right
But I, I loved the young man
And if you've ever been in love
Then you'd understand”


I loved real, real hard once


6. Pink Floyd - Wish You Were Here


Essa não poderia faltar. Nem preciso falar muito sobre, né? O bom é que ela é bem adaptável a várias situações. Tá usando muito.

How I wish, how I wish you were here
We're just two lost souls
Swimming in a fish bowl,
Year after year,
Running over the same old ground.
What have we found?
The same old fears
Wish you were here”


7. Matt Wertz -  5:19


Essa daqui é bem triste, faz parte de uma experiência pessoal (que foi superada positivamente, inclusive). A pessoa não sabe o que quer e tal, mas como você ama, espera ela se decidir.

“Baby, take all the time you need
I just want you to know
I'll be here, waiting
One eye on the clock
And one on the phone
It's 5:19
I´m feeling alone
if I could talk to you
I'd wanted you to know
I'm holding loose
But ain´t letting go”


8. Paolo Nutini – Last Request


Para mim, essa tem um significado especial. É o cúmulo do desespero você saber que não vai dar certo, mas pedir pra pessoa ficar só mais uma vez. Mas romantizando bastante, faz sentido, né? Eu faria isso facilmente.

“Grant my last request and just let me hold you, don't shrug your shoulders
Lay down beside me
Sure I can accept that we're going nowhere
But one last time let's go there
Lay down beside me”


9. Anna Nalick – Breath


Essa, apesar de bem triste, é um recado do tipo: calma, cara, respira. Vai dar certo.

No one can find the rewind button, girl
So cradle your head in your hands
And breathe, just breathe
Woah breathe, just breathe”


10. Roberto Carlos – Detalhes


Quem me conhece, sabe que o Rei não podia faltar nessa lista. Mas essa música é da pessoa convencida, né? Você me trocou por outro, mas você me ama. Não deixa de ser triste. Particularmente, acho lamentável.

Eu sei que um outro deve estar falando ao seu ouvido
Palavras de amor como eu falei, mas eu duvido!
Duvido que ele tenha tanto amor
E até os erros do meu português ruim
E nessa hora você vai lembrar de mim”


11. Elis Regina – Atrás da Porta


Aqui é rasgação de pulso. A pessoa está implorando para não ser deixada, sabe? Se arrastando, puxando os cabelos. Triste, muito triste. Fica, vai ter desespero e humilhação.

“E me arrastei, e te arranhei
E me agarrei nos teus cabelos
Nos teus pelos, teu pijama
Nos teus pés, ao pé da cama”


12. Jennifer Hudson – And I Am Telling You I’m Not Going


Essa também é humilhante, pois a mulher diz que não vai desistir, mas o cara já desistiu a muito tempo e ainda mandou a coitada embora. Música para quando você quer se esgoelar.

Tear down the mountains
Yell, scream, and shout like you can say what you want
I'm not walking out
Stop all the rivers, push, strike, and kill
I'm not gonna leave you
There's no way I will


13. Eric Clapton - Tears in Heaven


Essa daqui a gente pode pegar o estilete e cortar os pulsos de uma vez que é menos doloroso. Quem sabe a história, há de concordar. Eric Clapton fez para o filho que morreu. Nem imagino a dor.

Would you know my name if I saw you in heaven?
Would it be the same if I saw you in heaven?
I must be strong and carry on.
'Cause I know I don't belong here in heaven.”


14. Caetano Veloso - Você não me ensinou a te esquecer


Caetaninho apelou nessa aqui. É aquele lance de buscar nos outros aquela pessoa de quem você sente uma infinita falta. Deu mole pra caramba, tremendo vacilão. Agora aguenta!

“E nesse desespero em que me vejo
Já cheguei a tal ponto
De me trocar diversas vezes por você
Só pra ver se te encontro
Você bem que podia perdoar
E só mais uma vez me aceitar
Prometo agora vou fazer por onde nunca mais perdê-la”


15. Katy Perry – Thinking of you


Por ultimo, Katynha, que arrasou nesse sofrimento. Ela amava uma pessoa, a pessoa morreu (pelo que eu entendi do clipe, foi isso, mas também serve se a pessoa te deixou ou você deixou ela ir e tal...), ela tá com outro e continua pensando no cara que amava. Como lidar?

He kissed my lips
I taste your mouth
He pulled me in
I was disgusted with myself”

Superado isso, vamos ficar de boa!


[A Sacha é jornalista, redatora, amiga dos animais, cantora de deprê songs nos videokês, jovem ainda (em maio, velha será), enxugadora de lágrimas, levantadora de queixos, e hairstyle nas horas vagas. Ah! Ela é feliz, tá? Podem conferir. Sigam Sachamego: @sachabrasil]


Nenhum comentário: