27 de junho de 2011

[Granada, ES] A grande amada, com razão

"No pretengo parar
¿Dime quién camina
Cuando se puede volar?"
Shakira
Você chega, sente o ar mais leve e tem vontade de sair voando (ok, não todo mundo. Deve ser coisa de quem tem pulmão - ou peito ¬¬ - de passarinho). Mas então, o que eu quero dizer que a cidade é tão lindinha, fofa e carinhosa com você que dá vontade ficar lá pra sempre. Daí você vai gastar 15 euros pra ir e voltar (saindo de Madrid) de ônibus; chegar na rodoviária e já ser recebido com mapa e instruções; vibrar com as diárias de preços mixurucas pra um esquema de hotel superconfortável com internet, café da manhã e atendentes dispostas; se apaixonar pelas teterias aconchegantes, onde você toma do jarrinho de chá delícia acompanhado de crepe maravilhoso por 4 euros; querer das cañas com os tapas mais bem servidos da Espanha. 

Vai caminhar e caminhar e caminhar e caminhar... ver igreja de pedra, ver castelo de pedra, ver chão de pedra, ver casa dentro de pedra. Quando parar para descansar, vai olhar pro horizonte e contemplar a Alhambra... e quando chegar lá, você não vai querer mais sair. Mesmo que tenha o azar de não conseguir ingresso (compra aqui antes, ó!) para o tour mais bombante nos palácios, vale cada segundo de passeio no canto de onde emana a leveza de Granada. 

 Para ver:

 





-Barrio Gitano


- Casa de La Sevillana








- Teteria fofa bbb



- Catedral (por fora)


- Alhambra

















Fim dos passeios na próxima parada: Madrid, oh Madrid! ♪ 

Muá!

Nenhum comentário: