9 de abril de 2011

A vantagem das bochechas explodidas

"Seu sorriso combina com minhas bochechas vermelhas,
Assim como minha cintura combina com as suas mãos"
Saga dos vampirim (vou te pegáaa aaah!)

Se quando a gente ficasse roxo de vergonha, nossas bochechas mudassem de cor e inchassem acompanhando a temperatura que toma conta do nosso rosto, elas explodiriam. E aí, logo na infância, a gente ia ter a bochecha explodida (porque as outras crianças são bichinhos cruéis e porque os adultos maior promovem situações de constrangimento. O mundo é cruel, mesmo) e viveríamos para sempre com dois buracos na cara.

Isso poderia ser muito gratificante (como quando os peitinhos das meninas começam a nascer e ficam lá - quase no mesmo lugar, dependendo da força da gravidade - para sempre) porque PUXA, você já passou por uma situação de vergonha extrema do ser, pode se considerar mais maduro nas experiências da vida humana. Mas aí também, precisaríamos de protetores especiais para os dentes expostos e teríamos que conviver com aquela coisa horrorosa de crânio a mostra na face. Bizarro, mas bom ao mesmo tempo...


... porque por dentro, tá todo mundo eternamente sorrindo.


=]

Um comentário:

.a que congemina disse...

Eu nunca tinha considerado uma hipótese assim tão maravilhosa!

Bochechas explodidas djá!!



Gênia!