14 de janeiro de 2011

Love is all we need















"Da marchinha fez silêncio
Num silêncio escutei
Uma disritmia em meu coração
Que se instalou de vez"

Céu

Você vai achar que flutua de tanta borboleta serelepe voando na sua barriga. Isso é mentira. Pensar que o papinho de príncipe encantado, cara metade e tampa da panela não era invenção. Ainda é. Imaginar o happily ever after e ter certeza que foi contemplada com o conto de fadas na sua vida. Não cai nessa. A verdade é diferente.

Primeiro, sem essa de inseto no estômago. Se o cara é presença, você não vai precisar de nada além do toque responsa para sentir seu corpo suspirando por inteiro. Todos os abraços poderão ser flutuações muito particulares que provocam euforias até em quem vê. Segundo, o digníssimo não vai ser da família real, não virá em cavalo branco, mas também, definitivamente, não será só metade (uhu!). Ele é inteiro, completo, e vai vir de ônibus, celta, kadett... sempre chegando reluzente, porque brilha sozinho. Impecável, amável, heróico... encantado sim. Por último, respire aliviada, porque princesas modernas não precisam nem invocar as malditas fadas madrinhas pro encanto acontecer. O seu menino dos olhos pode ser presente do próprio Deus.

Vai parecer sonho sim, todo tempo... mas você vai saber que é real quando sentir desejo e amor ardendo a cada dia. Poderá ser melhor que o idealizado e superar expectativas (todas elas, sem exceção). É importante não duvidar do potencial do precioso.

Se depois de um tempo você confirmar que as impressões que parecem mágicas permanecem, que a sintonia só se afina, que os anos passam e você continua se emocionando em pensar no seu achado... aí não tem como não acreditar nessas historinhas de romance melosas e mi mi mi todas. Aí você confessa publicamente, sem nenhum medo, o sentimento que te toma  e confirma, com segurança, a mensagem dos primeiros dias de contato: “a gente pode viver de amor”.

Felizes 2 anos. Que venham os próximos 97.
Eu já sei exatamente onde quero ficar...


Tipo te abraçando com meu fígado, gato.
Flutuando. 

"As long you´re me, baby, i´ll be alright"
Sean Kingston

4 comentários:

Deia disse...

Linda linda... como é bom estar apaixonado,né?!
Seja FELIZ PRA SEMPRE, princesinha de conto de fadas!

;)

Xêro!

Déi@

Suzi Sarmento disse...

Onnnn lo cielooo ! *________*

Um brinde de Champagne!! =X

Deseo mucha felicidad, cariño!!

.a que congemina disse...

Aaaaawn... *____*

*Peraí, que tô derretendo e não consigo formular uma oração compl--

Isabela disse...

Que lindo, princesa moderna! Parabéns aos dois!! Lívia, fiz um novo blog. Acho que estou virando blogueira! Rs... Dessa vez, escrevo com a Domi sobre a França. Depois dê uma olhadinha e indique para quem você conhece que gosta do país?

O endereço é http://www.revistafrancesa.com/

Beijos!