13 de janeiro de 2010

Balanço LPH 2009

"But when the night is falling
and you cannot find the light
If you feel your dream is dying
Hold tight 
...we only get what we give"
New Radicals

O grande aprendizado: família é família... não há o que substitua, nunca.
O maior mico:
e-mails com destinatários trocados.
A vergonha alheia:
tchanã nã nãs internéticos.
A leseira mais tchusb:
esquecer máquina fotográfica no assento do avião.
A cantada mais nojenta e desprezível: aí, acho que "tesuda" vai ser imbatível.
A aquisição mais útil: hd externo.
As perdas materiais mais lastimosas:
casacão baulista.
A concentração de esforços mais cansativa: freelas de impressos. Desisto, sou de motion e web.
Os filhos mais champions:
Mais uma Canção e o que foi pro Multishow, no Continue.
A criação menina dos olhos:
Filomena.
A paixão cultivada (e crescente):
animação.
O motivo-mor dos chororôs: ah, tantos... 
A maior saudade: vozinha.
O querer mais frequente:
colo.
O conhecimento mais proveitoso:
de pessoas.
A grande descoberta:
yes, I can.
O achado: meu canto.
A super benção: sou uma pós-graduada: especialista em Animação (sobrevivi, ó!).
O mês intenso:
julho.
As cores: cinza e rosa.
O elemento: ar (em movimento... vento, ok?)
O espaço:
indefinido.
O gosto: doce azedo (que nem aquele canudinho que a gente compra nas Americanas).
A sensação: tô de passagem.
As maiores emoções:
acompanhada.
A frase genial:
"Isto também passará".
A conquista:
trabalhos. A lot of.
O sentimento minim
izado:
ingratidão.
O prazer: estar perto dele.
A vitória: o 1º 1º lugar.
A máxima: "If you’re going to try, go all the way. Otherwise, don’t even start." Roll the dice - Bukowski.

E para 2010:
[frkncngz]

Nenhum comentário: